Artigo 03

 

Segundo o promotor de Justiça Nelson Vilela Costa, autor da ação, ainda existem dois agravantes que podem aumentar a pena: o risco de grave dano para duas ou mais pessoas e o uso de veículo adulterado, o que interferiu na segurança.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu denúncia nesta segunda-feira (21) contra o motorista de Cristiano Araújo, Ronaldo Miranda Ribeiro, 41, pelo crime de duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, do sertanejo e da namorada, Allana Moraes, 19. A pena para esse crime varia de 2 a 4 anos. O casal morreu após o veículo em que estavam capotar na BR-153, próximo aMorrinhos, na região sul de Goiás.

Segundo o promotor de Justiça Nelson Vilela Costa, autor da ação, ainda existem dois agravantes que podem aumentar a pena: o risco de grave dano para duas ou mais pessoas e o uso de veículo adulterado, o que interferiu na segurança.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu denúncia nesta segunda-feira (21) contra o motorista de Cristiano Araújo, Ronaldo Miranda Ribeiro, 41, pelo crime de duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, do sertanejo e da namorada, Allana Moraes, 19. A pena para esse crime varia de 2 a 4 anos. O casal morreu após o veículo em que estavam capotar na BR-153, próximo aMorrinhos, na região sul de Goiás.

Segundo o promotor de Justiça Nelson Vilela Costa, autor da ação, ainda existem dois agravantes que podem aumentar a pena: o risco de grave dano para duas ou mais pessoas e o uso de veículo adulterado, o que interferiu na segurança.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu denúncia nesta segunda-feira (21) contra o motorista de Cristiano Araújo, Ronaldo Miranda Ribeiro, 41, pelo crime de duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, do sertanejo e da namorada, Allana Moraes, 19. A pena para esse crime varia de 2 a 4 anos. O casal morreu após o veículo em que estavam capotar na BR-153, próximo aMorrinhos, na região sul de Goiás.

Segundo o promotor de Justiça Nelson Vilela Costa, autor da ação, ainda existem dois agravantes que podem aumentar a pena: o risco de grave dano para duas ou mais pessoas e o uso de veículo adulterado, o que interferiu na segurança.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu denúncia nesta segunda-feira (21) contra o motorista de Cristiano Araújo, Ronaldo Miranda Ribeiro, 41, pelo crime de duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, do sertanejo e da namorada, Allana Moraes, 19. A pena para esse crime varia de 2 a 4 anos. O casal morreu após o veículo em que estavam capotar na BR-153, próximo aMorrinhos, na região sul de Goiás.

Segundo o promotor de Justiça Nelson Vilela Costa, autor da ação, ainda existem dois agravantes que podem aumentar a pena: o risco de grave dano para duas ou mais pessoas e o uso de veículo adulterado, o que interferiu na segurança.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu denúncia nesta segunda-feira (21) contra o motorista de Cristiano Araújo, Ronaldo Miranda Ribeiro, 41, pelo crime de duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, do sertanejo e da namorada, Allana Moraes, 19. A pena para esse crime varia de 2 a 4 anos. O casal morreu após o veículo em que estavam capotar na BR-153, próximo aMorrinhos, na região sul de Goiás.

Segundo o promotor de Justiça Nelson Vilela Costa, autor da ação, ainda existem dois agravantes que podem aumentar a pena: o risco de grave dano para duas ou mais pessoas e o uso de veículo adulterado, o que interferiu na segurança.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu denúncia nesta segunda-feira (21) contra o motorista de Cristiano Araújo, Ronaldo Miranda Ribeiro, 41, pelo crime de duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, do sertanejo e da namorada, Allana Moraes, 19. A pena para esse crime varia de 2 a 4 anos. O casal morreu após o veículo em que estavam capotar na BR-153, próximo aMorrinhos, na região sul de Goiás.

Segundo o promotor de Justiça Nelson Vilela Costa, autor da ação, ainda existem dois agravantes que podem aumentar a pena: o risco de grave dano para duas ou mais pessoas e o uso de veículo adulterado, o que interferiu na segurança.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ofereceu denúncia nesta segunda-feira (21) contra o motorista de Cristiano Araújo, Ronaldo Miranda Ribeiro, 41, pelo crime de duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, do sertanejo e da namorada, Allana Moraes, 19. A pena para esse crime varia de 2 a 4 anos. O casal morreu após o veículo em que estavam capotar na BR-153, próximo aMorrinhos, na região sul de Goiás.

Segundo o promotor de Justiça Nelson Vilela Costa, autor da ação, ainda existem dois agravantes que podem aumentar a pena: o risco de grave dano para duas ou mais pessoas e o uso de veículo adulterado, o que interferiu na segurança.

 

© 2015 - 2020 Designed By BelloInfo.

Please publish modules in offcanvas position.